quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Rosinha da Adefal participa do 3º Seminário Dia Mundial das Doenças Raras


A deputada Rosinha da Adefal (PTdoB/AL), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, participou nesta quarta-feira (27/02), na Câmara dos Deputados, da terceira edição do Seminário Dia Mundial das Doenças Raras. O evento busca promover a conscientização do público em geral e dos formadores de opinião sobre o impacto dessas doenças na sociedade.

O Ministério da Saúde classifica como doenças raras aquelas que afetam, no máximo, uma a cada duas mil pessoas. Cerca de 80% delas têm origem genética e muitas ainda não possuem cura conhecida. Como são doenças raras, um grande limitador é a dificuldade para diagnosticá-las.

Segundo a deputada Rosinha da Adefal, a maior luta para o movimento de pessoas com doenças raras "é sensibilizar o governo para o estímulo à pesquisa; a vencer a invisibilidade por meio da informação à população; e a que as ações e apoios necessários a minimizar os efeitos dessas doenças componham os programas de governo e as políticas em saúde pública". 

No início do evento, o coordenador do debate, deputado Romário (PSB-RJ), lamentou a ausência do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ainda que órgão tenha mandado outro representante.

A deputada Rosinha da Adefal, afirmou que os integrantes da Frente Parlamentar estão à disposição das pessoas e entidades que lutam pelos direitos das pessoas com doenças raras, para apoiá-las no que for necessário. "As doenças são raras,ams as ações não podem ser raras. É preciso integrar as políticas em saúde pública", fianlizou a parlamentar.

O seminário contou com apoio da AMAVI - Associação MariaVitoria (Doenças Raras) de Brasília. Entre os convidados estava o ator Luciano Szafir, irmão de Alexandra Szafir, portadora de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

 
 

(Com informações da Agência Câmara de Notícias)

Frase do dia

"Quando você quer muito alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo." Paulo Coelho

Tricolor vence a segunda partida seguida e assume liderança isolada do Pernambucano

Dênis Marques [foto] e Luciano Sorriso marcaram os gols do Mais Querido

O Santa Cruz entrou em campo nesta quarta-feira e venceu o Belo Jardim, fora de casa, pelo placar de 2x1. Os gols corais foram marcados por Dênis Marques e Luciano Sorriso, ambos de falta.

Com esse resultado o Mais Querido se manteve na primeira posição do Campeonato Pernambucano, dessa vez de forma isolada, com seis pontos em dois jogos. Na próxima rodada o Mais Querido encara o Salgueiro, no Arruda.
 
O TIME - Para o confronto contra o Calango o treinador Marcelo Martelotte resolveu fazer apenas duas modificações em relação time que venceu o Pesqueria na semana passada. No meio de campo Éverton Heleno assumiu a vaga de Jefferson Maranhão e no ataque Flávio Caça-Rato entrou no lugar de Paulo César.
 
Assim, o Mais Querido entrou em campo com: Tiago Cardoso, Marquinho, César, Vágner e Tiago Costa; Anderson Pedra, Luciano Sorriso, Éverton Heleno e Natan; Flávio Caça-Rato e Dênis Marques.
 
O JOGO - A partida começou muito disputada no Agreste, com as duas equipes marcando bem e saindo em velocidade. Já aos 10 minutos o Belo Jardim criou boa chance de marcar com Júnior Maranhão, que bateu falta de longa distância e obrigou Tiago Cardoso a fazer grande defesa. O Santa respondeu minutos depois. Éverton Heleno lançou e Dênis Marques recebeu livre na área, mas dominou mal e não conseguiu mandar para o gol.
 
Ao longo da primeira etapa o Belo Jardim cresceu no jogo e foi criando boas chances de abrir o marcador. André Recife, teve duas oportunidades de marcar e deu muito trabalho para o sistema defensivo tricolor. Quem também levou perigo à meta de Tiago Cardoso foi o meia Candinho, que quase balançou a rede em uma cabeçada.
 
Só no fim do primeiro o Santa voltou a equilibrar as ações e acabou saindo na frente no placar. Aos 39 minutos Dênis Marques tabelou bem com Natan na entrada da área e o meia coral foi derrubado por Eduardo Eré. O juiz assinalou a falta, Dênis Marques cobrou com categoria e marcou o primeiro do Mais Querido. 0x1
 
SEGUNDO TEMPO - No retorno para a segunda etapa as duas equipes continuaram imprimindo o mesmo ritmo forte e logo aos 5 minutos o time da casa teve boa chance de empatar. Candinho recebeu em posição de impedimento dentro da área, a arbitragem não viu e por pouco o meia do Belo Jardim não marcou.
 
E da mesma forma que aconteceu na primeira etapa o Mais Querido aumentou o placar. Enquanto o adversário era melhor em campo, Natan avançou para o ataque e foi derrubado na entrada da área. Dessa vez foi Luciano Sorriso que cobrou a falta com maestria e marcou mais um. 0x2.
 
Vendo que seu time estava lento em campo o treinador Marcelo Martelotte apostou na entrada de Jefferson Maranhão na vaga de Éverton Heleno. Mesmo assim o Belo Jardim continuou melhor em campo e voltou a criar novas chances de gol.
 
De tanto insistir o Calango diminuiu o marcador. Aos 29 minutos Douglas chutou errado em direção ao gol de Tiago Cardoso, a bola desviou na zaga coral e sobrou livre para o atacante Muller mandar para as redes. 1x2
 
Depois do gol da casa o Mais Querido soube segurar bem o placar e garantiu a segunda vitória no Estadual.
Fonte: Agência CoralNET de Notícias

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

DETRAN-PE divulga calendário de Licenciamento 2013

 
O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE) começa, no início de fevereiro, a entregar os boletos do licenciamento 2013 na residência dos proprietários de veículos usados. Neste ano, assim como no anterior, o pagamento da primeira parcela ou cota única do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) está concentrado no mês de março.
 
Para entender melhor, acompanhe o calendário abaixo e verifique os dias no mês de março fixados como prazo para cota única, e as datas do vencimento para parcelamento nos meses subsequentes:
 
Terminações de placas
Prazo para cota única
(com 5% de desconto)
1ª parcela2ª parcela3ª parcela
1, 2, 3 e 4
05/03/2013
05/03/2013
05/04/2013
05/05/2013
5, 6 e 7
15/03/2013
15/03/2013
15/04/2013
15/05/2013
8, 9 e 0
25/03/2013
25/03/2013
25/04/2013
27/05/2013
 
 
O usuário que deseja se antecipar ao recebimento dos boletos para pagar as taxas pode acessar o site do DETRAN, digitar a placa do veículo, imprimir o boleto e efetuar o pagamento nas agências do Banco do Brasil, Bradesco, Santander, Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco Postal e Casas Lotéricas. Até a liberação do novo Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) 2013, os condutores devem circular com o CRLV 2012 sem a necessidade de comprovante da quitação das parcelas, no caso de ter quitado o licenciamento de forma antecipada.
 
O licenciamento é composto do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxas, possíveis multas de trânsito e seguro obrigatório (DPVAT). O CRLV, documento de porte obrigatório, só é emitido após a conclusão do licenciamento. O usuário receberá o novo documento em casa no prazo de 30 dias após a quitação de todos os débitos.
 
Registro – Os usuários dos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão e Paulista que optarem pelo pagamento em boleto avulso, aqueles impressos pelo site do DETRAN, receberão o documento em sua residência no prazo de 30 dias. Os proprietários dos veículos registrados nos demais municípios deverão solicitar o CRLV 2013 na Ciretran Especial ou nos demais pontos de atendimentos no prazo de 5 dias após o pagamento.
 
Grandes ClientesEmpresas com mais de 10 (dez) veículos deverão solicitar a emissão do boleto exclusivamente através do site do DETRAN (www.detran.pe.gov.br). Os CRLVs serão emitidos na sede do DETRAN. Nos municípios do interior deverão se dirigir às Ciretrans Especiais.
 
Prazos - Até a liberação do novo documento, os condutores devem circular com CRLV de 2012, porém o prazo limite para este porte depende da numeração da placa do veículo (tabela abaixo). Após estas datas, o CRLV anterior perde a validade.

Terminações
Prazo limite para circular com CRLV 2012
1, 2, 3 e 4
30/06/2013
5, 6 e 7
31/07/2013
8, 9 e 0
31/08/2013

 
Quem estiver circulando com o CRLV 2012 fora do prazo estabelecido acima estará sob pena de ter o veículo retido até a apresentação do CRLV 2013, e pagamento de multa no valor de R$ 191,54. Além disso, o condutor perderá sete pontos na carteira. Caso o prazo para o porte do CRLV 2012 esteja vencendo e o propietário ainda não tenha o de 2013 em mãos, ele deve se dirigir a um dos pontos de atendimento do DETRAN-PE para orientação e solicitação do mesmo.
 
Serviço:
 
- Pagamento de boletos: Bancos do Brasil, Santander, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco Postal, e Casas Lotéricas
- Emissão de guias avulsas: www.detran.pe.gov.br
 
- Tele atendimento: (81) 3453-1514.
 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Moradores da Av. Beberibe fazem protesto bem humorado contra a COMPESA




Canos furados na Av. Beberibe, as reclamações realizadas pelos moradores da localidade e adjacência não são de hoje, que já presenciaram acidentes que colocam em risco a vida das pessoas.

Um grupo de moradores se reuniram neste domingo, 24 de fevereiro, com a finalidade de realizar um protesto bem humorado, com uma mesa de bar, e cervejas foram para o meio da Av. Beberibe, dentro do buraco causado pela COMPESA, tomaram cervejas e banho.

“Os buracos neste trecho são constantes, e a solução nunca chega”, reclama morador, que já presenciou acidentes, e não esta disposto a ser conivente com esta situação.

Nas fotos vocês podem verificar a dimensão do buraco, e do outro que esta se formando.

Este é o buraco que os moradores fizeram de bar.
Este é outro buraco que esta se formando a 100 metros do primeiro.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

COMPESA deixa moradores de Dois Unidos sem água por 6 dias, a situação é insuportável

 
 
Em novembro já se alertava que o Bairro de Dois Unidos vivia uma crise se precedente de água. Está não se justifica, no Alto da Esperança tem uma estação de tratamento e distribuição, próximo a Escola Francisco Pessoa de Queiroz tem poços da COMPESA, e mesmo assim os moradores de Dois Unidos continuam sofrendo um racionamento cruel.
 
Faltou água nas torneiras na quinta-feira, dia 20 de fevereiro, e só voltará na terça-feira, dia 26 de fevereiro, segundo informações dos funcionários, ou seja, são 6 (seis) água nas torneiras. É uma situação insuportável, já falta água até para beber, muitos já estão sem tomar banho.
 
Os Moradores não foram avisados deste episódio, pois, poderiam fazer uma reseva maior, os moradores perguntam: se a COMPESA faz isto no bairro de um bacana?
 
Os moradores reclamam também que depois que os medidores foram trocados as contas subiram, o que esta acontecendo com estes medidores? Com a palavra a COMPESA.
 
É preciso uma solução com urgência, a Comunidade de Dois Unidos não pode continuar sofrendo estes desmandos da COMPESA.
 
Água é vida, e com vida não se brinca!
 

Cerveja hidrata o corpo, diz pesquisa

Apesar de apontada como vilã pelos adeptos de um estilo de vida saudável, a cerveja pode ser fonte de hidratação, segundo estudo feito na Universidade de Loghboroug, na Inglaterra. A razão principal estaria nos 90% de água presente em sua composição.
 
Site permite a criação de metas para reduzir consumo de álcool | Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet
Os autores afirmam que, em quantidades moderadas, consumir cerveja após a prática de esportes pode ser uma boa opção, uma vez que, além da hidratação, o corpo aproveitaria a cevada para reposição do gasto energético.

Para o cardiologista Cláudio Domenico, autor de “Te cuida!: Guia Prático para uma Vida Saudável" (Casa da Palavra), é preciso cuidado para não substituir a hidratação adequada por cerveja. “A pessoa deve beber água antes de começar a consumir a cerveja. Isso vai fazer com que ela beba por prazer e não exagere no consumo de álcool só para matar a sede”.

Domênico lembra que o abuso de álcool pode causar taquicardia, dor de cabeça, gastrite e dependência. “O consumo da cerveja deve ser esporádico e em pequenas quantidades”, alerta o médico.

Sem falar que o consumo em excesso pode causar doença crônicas, como alcoolismo; além de aumentar a violência e o risco de acidentes.
 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Frase do dia

"O grande sucesso não provém dos sucesso. Ele provém da adversidade,  do fracasso e da frustração,  às vezes, da catástrofe, e do modo como lidamos com eles e damos a volta por cima." Summer Redstone 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Blogueira Yoani cobra posição do Brasil sobre direitos humanos em Cuba


Em sabatina no Grupo Estado, dissidente cubana saudou aproximação econômica das duas nações, mas disse que País precisa adotar postura mais 'enérgica' sobre violações


 
A blogueira cubana Yoani Sánchez cobrou nesta quinta-feira do governo brasileiro uma posição mais firme nas questões de violações dos direitos humanos em seu país, ao mesmo tempo em que saudou a aproximação econômica entre as duas nações, afirmando que ela vem ajudando os cubanos.
 

Futura Press
Blogueira cubana Yoani Sánchez participa de sabatina promovida pelo Grupo Estado


 
"No governo Luiz Inácio Lula da Silva e agora com Dilma Rousseff, aproximou-se o vínculo entre Brasil e Havana, principalmente no plano econômico", afirmou durante sabatina promovida pelo Grupo Estado. "(Mas) falta franqueza e dureza em relação aos direitos humanos. Há muito silêncio. Sou uma diplomata do povo, mas deixo como sugestão uma posição mais enérgica."
 
Para uma plateia formada por intelectuais e jornalistas e em que também esteve presente o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), Yoani criticou o governo de Raúl Castro, classificando-o ideologicamente como "capitalismo de Estado".
 
A autora do blog "Generación Y" comparou o governo castrista com um "reino", porque Raúl não foi eleito através do voto popular, mas sim por seus laços sanguíneos com Fidel. "No século 21, é algo surpreendentemente absurdo", destacou. Apesar das reformas migratórias e econômicas promovidas em Cuba, Yoani afirmou que elas são insuficientes. "Entrar e sair do país não foi reconhecido como um direito ainda", disse. "Eles legalizaram o que já era prática corriqueira. O que eles não conseguem controlar, legalizam", completou em referência à permissão de se comprar e vender casas e carros em seu país.
 
Em relação ao embargo econômico americano, Yoani reiterou que, além de não funcionar, o bloqueio criou uma espécie de desculpa para as falhas do regime. "A discussão do embargo muitas vezes é uma distração. O grande problema nacional é a repressão contra o povo."
 
A dissidente cubana também apontou as diferenças entre os governos de Fidel Castro e de seu irmão Raúl. Para Yoani, a repressão na era Fidel era "um show" com tribunais numerosos para julgar os opositores, enquanto Raúl a pratica "para ninguém ver", sem deixar rastros.
 
Questionada sobre qual seria o modelo que poderia substituir eventualmente o sistema de governo de Cuba, Yoani indicou que não há enxerga um modelo pronto para o que classificou de "a Cuba futura". "Penso que a mudança em Cuba seria algo inédito."
 
Em relação ao futuro da ilha, a dissidente disse esperar que as mudanças profundas não viessem através da violência ou de um golpe de estado, mas através do desejo do povo cubano de que "essa situação não pode se prolongar". Ainda assim, Yoani reconheceu que há uma "apatia" muito forte presente na juventude do seu país, uma vez que o ensino, segundo ela, é ideologicamente controlado.
 
"É como se o país não te pertencesse. A reação que se tem é de apatia. O país não me pertence, nada vai mudar, então, para que se revoltar? Esse é o discurso de muitos jovens"
 
Protestos no Brasil
 
Em resposta às manifestações em favor do regime cubano que têm sido feitas durante sua passagem no país, Yoani citou uma frase creditada a Voltaire: "Não concordo com uma palavra do que diz, mas defenderei até a morte seu direito de dizê-la." Apesar disso, ela indicou que os protestos no Brasil passaram do limite do aceitável e do pacífico por causa de alguns atos de violência. "Isso não é democracia, é fanatismo", afirmou a blogueira sob fortes aplausos.
 
A dissidente cubana foi alvo de protestos desde sua chegada ao Brasil. Na segunda-feira, foi recebida por manifestantes pró-Cuba nos aeroportos de Recife e Salvador. Eles gritaram palavras de ordem contra Yoani e jogaram notas falsas de dólar enquanto ela caminhava. Um dos manifestantes teria puxado seu cabelo.
 
Em Feira de Santana, na Bahia, mais um protesto acabou suspendendo a exibição do documentário "Conexão Cuba-Honduras", que conta com a participação da dissidente.
 
A União da Juventude Socialista, que organiza as manifestações em favor do regime de Raúl Castro, negou que tivesse responsabilidade pela interrupção do evento e desmentiu as alegações de agressão física.
 
Na quarta, a blogueira visitou o Congresso Nacional, em Brasília, onde assistiu a trechos do filme. Sua chegada provocou tumulto por causa da presença de curiosos e de jornalistas. Recebida por parlamentares, em sua maioria da oposição, presenciou mais protestos contra sua atuação contra o regime cubano. Também foi motivo de bate-boca entre os deputados, porque sua vinda interrompeu a votação de uma medida provisória na Câmara.
 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Projeto defende sustentação oral para advogados

Deputada quer garantir aos advogados o direito à argumentação antes do voto do relator

O Projeto de Lei 4514/12 assegura aos advogados o direito à sustentação oral antes do voto do relator nas sessões de julgamento. Pelo texto, da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), o advogado terá prazo de, pelo menos, quinze minutos para essa argumentação.

A deputada explica que o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional a sustentação oral pelo advogado após o voto do relator. Com isso, segundo afirma, hoje “os advogados não têm esse direito garantido de forma clara, nem mesmo antes do voto do relator, e o tempo depende de cada Tribunal”.

Prazo maior

Ainda conforme a proposta, entre a data da publicação da pauta ou intimação até a sessão de julgamento perante tribunal ou órgão colegiado deverá haver prazo mínimo de cinco dias. Atualmente, o Código de Processo Civil (Lei 5.869/73) prevê interstício de 48 horas.

Dorinha Seabra argumenta que esse tempo é insuficiente para o advogado se preparar para o julgamento. “Sua atividade, na defesa do cidadão, exige estudos e dedicação, de forma que tão curto espaço de tempo é penoso e às vezes o impede de exercer seu direito de participar do julgamento”, sustenta.

Nova intimação

O projeto estabelece também que, caso o processo seja retirado de pauta por motivo estranho à parte, deverá ser reincluído, ou a parte intimada, se for eletrônico. A autora afirma que, sem saber exatamente para quando será o julgamento adiado, o advogado é obrigado a comparecer a todas as sessões seguintes.

Segundo a deputada, “existem muitos casos em que os advogados compareceram a mais de 20 sessões à espera de que o processo seja julgado, e por vezes, isso ocorre justamente na sessão em que ele não pôde comparecer, por força de outras obrigações”.

Tramitação

O prejeto tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania em caráter conclusivo.

PL-4514/2012
 




7 dicas para ler e escrever melhor

A escrita envolve a leitura (mesmo que for só a de quem escreveu). Por isso, tentar compreender quais são todos os aspectos e detalhes que envolvem essas tarefas é tão importante. Quanto mais você ler, melhores serão seus textos e, da mesma forma, quando mais escrever, melhor compreensão terá dos textos e o processo de escrita que os envolve. A leitura e escrita jamais abandonam as pessoas. Da escola para a profissão, aos momentos de lazer, elas sempre estarão presentes e necessárias.
 
Confira dicas que vão ajudar você a ler e, consequentemente, escrever melhor:
 
1. Leia com cuidado
 
As pessoas podem ficar impressionadas com a rapidez de sua leitura, mas isso não quer dizer que você a fez de maneira eficiente e proveitosa. Para conseguir absorver o máximo do texto é necessária uma leitura cuidadosa e atenciosa. Não tenha medo de destacar, anotar e marcar as páginas, sua personalização do livro irá completar aquilo que o autor deseja transmitir. Tome o tempo necessário e pergunte o que for preciso para realmente se aprofundar nos temas, técnicas e objetivos do autor. Você não irá aprender por osmose.
 
2. Ficha de leitura
 
Outra maneira de aprimorar a leitura e ter uma visão geral do conteúdo do livro é por meio de fichas. Acheck list de leitura oferecida pela Universia Brasil, por exemplo, ajuda você a classificar personagens, enredo, gênero do livro e muito mais.
 
3. Identificar clichês
 
Ficar atento para clichês e palavras, ideias ou frases muito usadas é uma ótima maneira de evitar esses deslizes em seu texto. Quanto mais atenção você tiver para o material de outros autores, mais cuidado terá quando for confeccionar seus próprios textos.
 
4. Aproveite todo o material
 
Muitas publicações podem incluir materiais complementares, como questionários, críticas e notas sobre a tradução, por exemplo. Não ignore as informações e apoio oferecidos por esses materiais, pois eles podem proporcionar um entendimento muito maior sobre o contexto em que o autor escreveu, quais eram suas principais influências, etc.
 
5. Leia em voz alta
 
Ler em voz alta é uma ótima estratégia de memorização e entendimento de leituras mais complexas e exigentes. Quando estiver na fase inicial da escrita de seus textos, ler em voz alta também pode ajudá-lo a colocar as ideias em ordem e evitar que fique confuso ou mal explicado. Erros de gramática e na estrutura das frases também são evitados com mais facilidade quanto você escuta o que escreveu.
 
6. Edite outros textos
 
Você não deve cobrar por esse tipo de serviço a não ser que esteja qualificado para tal. Mas fazê-lo de maneira voluntária para colegas de classe e amigos é uma ótima maneira de treinar sua percepção de estrutural e estilo textual.
 
7. Leia
 
Não adianta! A melhor estratégia para ler melhor é cultivar a leitura. Leia sempre. Não espere uma tarefa mandada pelos professores para ler por obrigação. Escolha obras de seu interesse e, gradualmente, aumente as opções para diversificar seus conhecimentos e gosto.
 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Citronela, o repelente ecológico contra a dengue

 

12101.jpgEssa planta é parecida com a erva-cidreira e de suas folhas é retirado um óleo capaz de deixar os bichos bem longe do corpo e do lado de fora dos ambientes. Tanto poder tem uma razão química: o óleo essencial tem mais de oitenta componentes, entre eles citronelal, geraniol e limoneno, agentes que afugentam moscas e mosquitos. O cheiro é semelhante ao do eucalipto e, segundo a aromaterapia, tem propriedades tônica, anti-séptica e desinfetante. Além do óleo essencial, é possível encontrar mudas da planta e vários produtos à base de citronela, como loções e sprays, para a pele, e velas e incensos, para a casa. O melhor para ambientes é usar o óleo essencial aquecido em difusor. Siga as receitas a seguir e aproveite os efeitos da citronela no corpo, nos ambientes e no jardim.
 
Óleo de citrolena para o corpo
 
Misture uma parte de óleo essencial de citronela (de boa procedência) com duas partes de óleo de amêndoa, uva ou camomila. Para bebês, a mistura pode ser mais diluída, feita com uma parte de óleo essencial para três de óleo-base.
 
Dentro de casa
 
Para ambientes com até 16 m2, pingue três gotas do óleo essencial de citronela na água de um difusor (peça de cerâmica encontrada em farmácias homeopáticas e casas especializadas em aromaterapia). Se necessário, renove a água com essência a cada cinco horas. A aromaterapeuta Maria Mizrahi recomenda ligar o aparelho duas ou três horas antes da utilização do ambiente, pois o aroma é cítrico e pode irritar as vias respiratórias ou causar sensação desagradável.
 
No vaso, no canteiro e no jardim
 
Por ser um tipo de capim, a citronela é de fácil multiplicação e não requer grandes cuidados. Reparta as mudas (tiradas de uma touceira ou adquiridas em lojas de jardinagem), corte as folhas e enterre o talo verde com um chumaço de raiz numa cova de tamanho proporcional, cavada em lugar ensolarado. Cubra com terra misturada a material orgânico (esterco de galinha ou gado). A planta atinge 1 m de altura e de circunferência e não costuma atrair pragas.
 
Fonte:
Revista Bons Fluídos
Texto: Ivany Turíbio
Reportagem Fotográfica: Ana Paula Wenzel
Fotos: Christian Parente

A proposta, de autoria do deputado federal Luis Tibé (PT do B-MG), flexibiliza data de início da concessão do auxílio-doença

Para Luis Tibé, lei atual exige algo impossível de ser cumprido.

A Câmara analisa proposta que flexibiliza a data de início da concessão do auxílio-doença, quando a patologia impediu o segurado de agir no prazo legal para solicitar o benefício. A medida está prevista no Projeto de Lei 4845/12.

A proposta, de autoria do deputado Luis Tibé (PTdoB-MG), altera a Lei 8.213/91, que trata dos Planos de Benefícios da Previdência Social. Hoje a lei estabelece que, quando requerido por segurado afastado da atividade por mais de 30 dias, o auxílio-doença é devido a contar da data da entrada do requerimento.

O autor da proposta, no entanto, argumenta que “os segurados amparados pelo Regime Geral de Previdência Social ficam ao relento, quando a doença incapacitante o surpreende e o impossibilita de requerer o benefício”. Conforme Tibé, a lei atual exige “um pressuposto impossível de ser cumprido pelo ser humano e precisa ser corrigido, observadas as peculiaridades de cada caso”.

O projeto determina que, quando ficar devidamente caracterizado nos autos, ouvida a perícia médica, que a patologia incapacitante realmente impediu o segurado de agir no prazo, poderá haver flexibilidade para a fixação do início do benefício.

Tramitação: Em tramitação de caráter conclusivo, o projeto será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:
  • PL-4845/2012
Reportagem – Lara Haje Edição - Juliano Pires

'Agência Câmara Notícias'

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Remédio usado para burlar bafômetro não elimina efeitos do álcool no comportamento, dizem médicos

Aline Leal
Repórter da Agência Brasil
 
Brasília - Com a Lei Seca mais rigorosa desde janeiro para os motoristas que forem flagrados dirigindo embriagados, voltam a circular na internet informações de que é possível burlar a fiscalização. No mundo virtual, a informação é que é possível driblar o bafômetro ao tomar alguns comprimidos do princípio ativo pidolato de piridoxina, derivado da vitamina B6. Indicado para tratamento de pessoas com problemas hepáticos, como cirrose, o remédio age na remoção do álcool dos tecidos e do sangue, conforme a bula. Com tarja vermelha, deve ser vendido com receita médica.
 
De acordo com José Luís Maldonado, assessor técnico do Conselho Federal de Farmácia, apesar de o medicamento acelerar o metabolismo do álcool no organismo, não elimina os efeitos da substância no comportamento da pessoa. “A coordenação motora e a habilidade dos reflexos não melhoram com o uso do medicamento. Ele não dá condições de dirigir em segurança”, explicou.
 
Maldonado esclareceu que o medicamento é usado para a recuperação de pessoas que sofrem de intoxicação severa por álcool ou para aquelas pessoas que estão com problemas hepáticos, como cirrose hepática e fígado alcoólico. O remédio provoca também efeitos colaterais, continuou Maldonado. Entre eles, sonolência, dor abdominal, vômito, náusea e, em grandes quantidades, pode levar à trombocitopenia (problema com a capacidade de coagulação).
 
Paulo Chizzola, gerente e médico do laboratório fabricante, disse que o medicamento não funciona com o fim de burlar o bafômetro. “Ele acelera o metabolismo do álcool no sangue, mas não o anula”, esclareceu e lembrou que a substância deve ser tomada com orientação médica.
 
Depois da Resolução 432, do Conselho Nacional de Trânsito, o motorista com teor igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar no teste do bafômetro será autuado, responderá por infração gravíssima, pagará multa de R$ 1.915,40 e terá a carteira de habilitação recolhida.
 
Além disso, a embriaguez pode ser comprovada por outros sinais, como sonolência, olhos vermelhos, vômito, soluços, desordem nas vestes, cheiro de álcool no hálito, agressividade, exaltação, arrogância, ironia ou dispersão.
 
Chizzola acentuou que o remédio é indicado para tratamento de situações clínicas específicas como intoxicação alcoólica, alcoolismo crônico, fígado gorduroso e hepatite alcoólica, situações clínicas que devem ser diagnosticadas e acompanhadas por médicos. O laboratório reforça que o uso do medicamento também não normaliza prontamente os reflexos alterados pelo uso do álcool.
 
Segundo o laboratório, não houve aumento nas vendas do remédio depois dos boatos na internet. O coordenador-geral de operações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Roberto Soares, disse que após vários testes, a corporação não detectou medicamentos capazes de burlar a fiscalização.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

10 filmes que todo concurseiro deveria assistir (no tempo livre)

Passar em concurso público é um daqueles tipos de missão que tomam a vida como um todo e exigem o máximo possível de dedicação. Mas a rotina de livros, simulados e editais pede, vez ou outra, um respiro ou uma espécie de “pit stop” para receber uma dose extra de ânimo.

O cinema pode assumir um papel importante nesse processo de olhar para dentro de si mesmo e encontrar forças onde já parece não existir.

“Sozinho, o concurseiro não vai muito longe. No fundo, nós sempre precisamos estar atrás de um sonho e das razões porque a gente quer aquilo”, diz Guilherme Madeira, juiz e professor do Complexo Educacional Damásio de Jesus.

Pensando nisso, Madeira e o consultor de carreira Homero Reis escolheram 10 filmes que podem dar aos aspirantes à carreira pública uma dose de motivação para seguir na saga de ter o governo como patrão.

O Equilibrista

O documentário conta a saga de Philippe Petit até atravessar, sob um cabo de aço, o espaço que separava as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York. O fato aconteceu em 1974, mas o planejamento para que o feito fosse bem sucedido começou muitos anos antes.

“Ele olhou para o futuro e se dedicou por um bom tempo para que o projeto de passar de um lado para o outro desse certo”, diz Reis.

 
O Equilibrista 
Diretor: James Marsh
Ano: 2008
Duração: 90 minutos
Gênero: Documentário


Rocky Balboa

No último filme da franquia, Rocky Balboa está aposentado dos ringues e vive uma vida sem sentido. É, então, convidado para lutar contra o principal boxeador do momento que também vive uma crise pessoal.

“Em um dos trechos, ele diz que não importa o quanto as pesosas discutam com ele, ninguém vai bater tão forte quanto a vida. Mas que o que é mais importante é quantas vezes você levanta”, diz Guilherme Madeira, juiz e professor do Complexo Educacional Damásio de Jesus. “O filme também mostra que a última coisa que envelhece, na vida, é o coração”.

Rocky Balboa
Diretor: Sylvester Stallone
Ano: 2006
Duração: 102 minutos
Gênero: Ação


À procura da felicidade

Chris Paul Gardner Gardner era vendedor de aparelhos médicos que estavam em decadência no mercado. Com apenas 21,39 dólares no bolso e vivendo em albergues com o filho, ele decidiu se tornar corretor de ações.

A trama retrata o período em que ele atuou em um estágio não remunerado de uma grande corretora. E mostra como ele se tornou milionário.

À procura da felicidade
Diretor: Gabriele Muccino
Ano: 2006
Duração: 117 minutos
Gênero: Drama


Prova de Fogo

Akkelah Anderson tem 11 anos e, diante de si, o maior desafio que uma criança poderia enfrentar: concorrer ao National Spelling Bee, a mais importante competição de soletrar do mundo.

“O problema é que ela tem uma série de dificuldades que só podem ser solucionadas com o aporte de um coaching”, afirma Reis.

Prova de Fogo
Diretor: Doug Atchinson
Ano: 2006
Duração: 112 minutos
Gênero: Drama


Poder além da vida

Dan Millman é um talentoso ginasta com promessas muito palpáveis de subir ao topo do pódio olímpico. Um acidente, contudo, coloca um pretenso ponto final nos sonhos dele de chegar ‘as olímpiadas.

“Neste processo, ele conhece uma pessoa que o ajuda a superar todas essa limitações”, conta Reis.
 
Poder além da vida
Diretor: Victor Salva
Gênero: Drama
Ano: 2006
Duração: 120 minutos


Desafiando gigantes

Grant Taylor é treinador de futebol americano que mantém um currículo medíocre – de raríssimas vitórias. “No meio de uma crise profissional, ele descobre uma série de competências próprias e começa a atuar com base nisso”, conta o consultor.

Desafiando gigantes
Diretor: Alex Kendrick
Ano: 2006
Duração: 111 minutos
Gênero: Drama


Coach Carter

Em Richmond, na Califórnia, Ken Carter retorna para o colégio em que estudou na adolescência para atuar como técnico do time de basquete.

“Ele encontra uma escola de pernas para o ar, repleta de pessoas desmotivadas e assume como missão transformar essa realidade”, conta Reis.

Coach Carter 
Diretor: Thomas Carter
Ano: 2005
Duração: 136 minutos
Gênero: Drama


Tempo de Recomeçar

George Monroe, um arquiteto de meia idade, descobre que tem câncer e pouco tempo de vida. O filme mostra como ele organiza a vida em função do tempo que lhe resta.

“É a ideia de que você tem que ser capaz de entender que as dificuldades que aparecem na vida dependem das interpretações que você faz da realidade”, diz Reis. “As adversidades só existem quando eu as percebo como tais”.

Tempo de Recomeçar 
Direção: Irwin Winkler
Ano: 2001
Duração:145 minutos
Gênero: Drama


Um domingo qualquer

Em algumas carreiras, o tempo é perverso. E os jogadores do time de futebol americano Sharks de Miami sentem isso na pele. Após três derrotas consecutivas, eles precisam agir rápido para mudar sua sina.

“O filme mostra como o talento e o esforço são capazes de fazer um time campeão”, diz o professor Madeira.

Um domingo qualquer
Diretor: Oliver Stone
Ano: 1999
Duração: 165 minutos
Gênero: Drama


A sociedade dos poetas mortos

O personagem interpretado por Robin Willians assume a cadeira de literatura da tradicional Welton Academy. Seus métodos de ensino, contudo, levam os alunos a questionamentos que geram um choque cultural dentro da ortodoxa instituição.

“É um grande filme que mostra como nós tocamos a vida das pessoas quando fazemos o que fazemos com o coração”, diz o professor Madeira.

A sociedade dos poetas mortos
Diretor: Peter Weir
Ano: 1990
Duração: 129 minutos
Gênero: Drama


Fonte: Exame   -  http://canaldoensino.com.br/blog/10-filmes-que-todo-concurseiro-deveria-assistir-no-tempo-livre

Frase do dia

"Fé é dar o primeiro passo, mesmo quando você não vê toda a escada" Martin Luther King

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Dez obstáculos que te impedem de chegar ao orgasmo

Ansiedade, baixa autoestima e até o ciclo menstrual atrapalham o clímax da mulher

Por Letícia Gonçalves


Você tem certeza de que já chegou a um orgasmo? Parece uma pergunta óbvia, mas muitas mulheres não sabem se realmente alcançaram o clímax: uma pesquisa realizada pelo Projeto Sexualidade (Prosex), da Universidade de São Paulo, revelou que 34,6% das brasileiras sofrem com a falta de desejo sexual e 29,3% delas têm vida sexual sem orgasmo. Além disso, 92% das mulheres não costumam se masturbar. 


De acordo com a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, durante o orgasmo a mulher tem uma grande sensação de prazer físico. "A lubrificação da vagina e a musculatura da pélvis apresentam contrações rítmicas e involuntárias - algumas mulheres sentem contrações fortes e outras, mais suaves", explica. Esse momento não dura mais do que alguns segundos, mas é arrebatador e dá para saber que aconteceu - o corpo ficará relaxado depois, como se estivesse anestesiado. Se você tem dificuldades de chegar a esse clímax, confira a seguir dez dos principais motivos apontados por especialistas.

 Ficar dispersa durante o sexo - Getty Images


Ficar dispersa durante o sexo


Pode até parecer que você não está interessada no momento, mas há grandes chances de a culpa ser do excesso de estresse e preocupações que bloqueiam o relaxamento. A ginecologista e obstetra Erica Mantelli conta que os fatores psicológicos que interferem na relação são até mais importantes que os físicos para a mulher. "Ela precisa estar 100% focada na relação sexual para conseguir identificar em seu corpo os locais onde mais sente prazer", afirma a médica. "A mulher depende de estímulos sonoros e táteis, diferente do homem que é excitado mais facilmente - muitas vezes apenas com estímulo visual", afirma. Procure tomar um banho, ouvir uma música ou fazer uma massagem para ficar mais relaxada.



Apego aos tabus - Getty Images


Apego aos tabus


A psicoterapeuta Evelyn Vinocur explica que a educação rígida gera crenças falsas em relação ao sexo oposto, sexualidade, masturbação e orgasmo. "Muitas mulheres que acreditam nisso se sentem culpadas, ficam preocupadas demais e não conseguem chegar ao orgasmo", diz. Procurar um psicólogo, nesses casos, pode ser uma ótima forma de trabalhar com o medo e a tensão.



Só com a luz apagada... - Getty Images


Só com a luz apagada...


Sentir vergonha do corpo a ponto de se preocupar na hora da relação sexual interfere no seu prazer. A psicóloga Janaína Reis explica que a mulher com autoestima baixa tende a não se sentir à vontade para explorar o corpo por meio de toques e carícias para descobrir os pontos de prazer. "A masturbação é uma das principais formas de alcançar o autoconhecimento sexual", diz. Se a mulher não se sente segura e não sabe como ter prazer, pode ter dificuldade em atingir o orgasmo tanto sozinha quanto com o parceiro - já que não consegue guiá-lo ou expressar de que forma sente mais prazer. 

A psicoterapeuta Evelyn lembra outro problema da autoestima baixa: o fingimento. "Por medo de não agradar o parceiro, a mulher finge que chegou ao orgasmo quando, na verdade, não sente", afirma a profissional. "Nesses casos, recomendo uma terapia breve para incentivar a mulher a ultrapassar esse bloqueio em relação ao corpo."

Falta de atração - Getty Images


Falta de atração


Se você sente que o seu parceiro não a atrai sexualmente, as especialistas recomendam fazer uma reflexão: você já sentiu desejo antes com esse parceiro? Segundo Janaína Reis, é preciso identificar qual disfunção sexual a mulher apresenta: desejo sexual hipoativo (a falta de vontade de fazer sexo, frigidez) ou anorgasmia (incapacidade de chegar ao orgasmo mesmo com excitação). 


Se for o primeiro caso, talvez seja preciso rever os motivos que a levou a ter um relacionamento amoroso com o seu parceiro ou os fatores que estão interferindo na atração física, pode ser até rancor do marido. "É importante buscar ajuda com um terapeuta sexual", recomenda Janaína.





Medo de não conseguir - Getty Images


Medo de não conseguir


A expectativa de querer chegar ao orgasmo pode causar o efeito inverso: deixar você ainda mais longe do clímax. "Quando a mulher vivencia o relacionamento sexual preocupada tanto com o seu desempenho como com o objetivo de atingir o orgasmo, ela pode deixar de se entregar às sensações prazerosas do encontro sexual", explica Janaína Reis. Se você sentir que não consegue controlar essa ansiedade, converse com um psicólogo.


Fadiga - Getty Images


Fadiga


Há diversas causas por trás da fadiga, desde a correria do dia a dia até problemas de saúde, como alteração hormonal, hipertensão e fadiga crônica. "Mulheres com fadiga podem perder o interesse pelas relações sexuais e iniciá-las apenas para agradar o parceiro, sem conseguir aproveitar o momento e chegar ao orgasmo", explica a psicóloga Janaína. O excesso de cansaço pode ser reflexo da rotina agitada, mas se você sentir que está sonolenta e indisposta demais, converse com um médico.

Saúde debilitada - Getty Images


Saúde debilitada


Há uma infinidade de doenças e problemas de saúde que podem interferir na libido e no orgasmo feminino. Confira os principais, apontados pela ginecologista Érica:

- Infecções vaginais e doenças no colo do útero, que podem gerar desconforto na penetração e dor durante a relação, prejudicando a lubrificação e interferindo no prazer sexual;

- Doenças como diabetes e alterações hormonais, que diminuem o estímulo causado na zona erógena (zona de maior prazer), reduzindo também a sensibilidade da mulher e a condução do estimulo através de nervos que mandam mensagem ao cérebro;


- Doenças psiquiátricas, estresse e ansiedade, que prejudicam os pensamentos da mulher, atrapalhando seu relaxamento e impedindo que chegue facilmente ao clímax; 



- Uso abusivo de drogas e álcool, que causam repercussões negativas na relação sexual, dificultando e até impedindo a chegada ao orgasmo.



Medicamentos - Getty Images


Medicamentos


Alguns medicamentos inibem a libido, ou seja, a vontade sexual: antidepressivos, diuréticos, medicação para úlcera gástrica e anticoncepcionais. "Os anticoncepcionais inibem a ovulação e, com isso, diminuem a libido", explica Érica Mantelli. Já os outros medicamentos atuam no sistema nervoso central, diminuindo o hormônio responsável pelo prazer.



Ciclo menstrual - Getty Images


Ciclo menstrual


O prazer sexual pode variar de acordo com o seu ciclo. "Na semana da menstruação, a sua libido pode ficar maior devido aos altos níveis hormonais, principalmente estrógeno e testosterona", conta a ginecologista Erica. Com o aumento de circulação sanguínea na região da pélvis, o clitóris também fica mais sensível e é mais fácil chegar ao orgasmo. 

Uma semana após a menstruação, os níveis hormonais continuam altos e o seu corpo começa a se preparar para a ovulação - que ocorre aproximadamente 14 dias após a menstruação. "Nesse período, a lubrificação vaginal está maior, favorecendo a penetração e trazendo mais conforto à mulher, que fica mais relaxada para ter orgasmos", afirma a médica. 

No meio do ciclo, ocorre a ovulação e pode ser um período doloroso para a mulher, menos favorável à relação sexual. Já na semana que antecede a menstruação, há queda da libido e TPM, sendo uma fase bem mais difícil de chegar ao orgasmo. "Vale lembrar que é preciso respeitar esse tempo se não houver possibilidade de manter relações sexuais - afinal, dura apenas alguns dias", afirma Erica.



Trauma de violência sexual - Getty Images

Trauma de violência sexual


Mulheres que já foram vítimas de violência sexual necessitam de acompanhamento médico de rotina, com suporte psicológico e orientação sexual. "Não tenha medo ou vergonha de falar sobre o que aconteceu e converse com o seu ginecologista", recomenda Erica Mantelli. Ela explica que, em vez de relaxar e aproveitar a relação sexual, a mulher pode relembrar cenas tristes que aconteceram, interferindo na libido. O apoio profissional irá minimizar esses traumas e preparar a mulher para uma vida sexual saudável.

Fonte: http://msn.minhavida.com.br/saude/galerias/16067-dez-obstaculos-que-te-impedem-de-chegar-ao-orgasmo/10#