segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Santa Cruz completa 100 anos celebrando chance de voltar à elite

Em plena Ilha do Retiro, Santa Cruz comemorou no ano passado o terceiro título Estadual seguido Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
Em plena Ilha do Retiro, Santa Cruz comemorou no ano passado o terceiro título Estadual seguido
Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
Um dos mais populares times de futebol do Brasil, o Santa Cruz completa 100 anos neste dia 3 de fevereiro de 2014. Um grupo de garotos de classe média do bairro da Boa Vista teve a ideia de fundar um clube de futebol no início do século passado. Naquela época, eles não imaginavam que estivessem criando um dos mais tradicionais clubes do País e iniciando o que seria conhecida como uma das mais apaixonadas torcidas do mundo.


Os 11 fundadores resolveram em 3 de fevereiro de 1914, durante uma reunião, criar o time. O nome era referência ao pátio da igreja de Santa Cruz (no bairro da Boa Vista, centro do Recife) que os jovens frequentavam todas as noites. O time inicialmente teve como cores o preto e o branco, que eram uma representação do ideal do clube: aproximar adeptos de todas as raças. Mas logo ganhou também a cor vermelha, que foi absorvida para diferenciar o clube de outro adversário pernambucano (o Flamengo-PE), mas acaba por simbolizar também os indígenas brasileiros.


Time pernambucano comemora título da Série C de 2013 no Arruda  Foto: Aldo Carneiro / Agência Lance

Time pernambucano comemora título da Série C de
2013 no Arruda  Foto: Aldo Carneiro / Agência Lance

Em 13 de dezembro de 1931, o Santa Cruz sagrou-se campeão estadual pela primeira vez, derrotando o Torre por 2 a 0, com gols de Valfrido e Estêvão. Os títulos foram chegando, e em 1972 foi inaugurado o Estádio do Arruda, que até hoje é o maior de Pernambuco, com capacidade para mais de 60 mil espectadores (inaugurada em 2013, a Arena Pernambuco recebe apenas 46 mil). Já no ano seguinte, 1973, o clube sagrou-se pentacampeão pernambucano - a maior série do time até os dias atuais.

Em 1980, o Santa conquistou o título de Fita Azul do Brasil, que foi dado pela CBF ao Santa Cruz por ter feito uma excursão vitoriosa ao exterior. Mas a maior honra do clube com certeza sempre foi sua apaixonada torcida, que não abandonou o "tricolor pernambucano" nem mesmo nos momentos de maior tristeza.

Em 2009, o Santa Cruz atravessa o pior momento da sua história. Após sucessivos rebaixamentos, o clube chega à Série D do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, a torcida tricolor continuou apoiando o clube e chegou a ter a maior média de público do futebol brasileiro estando na quarta divisão. Em 2011, sob o comando do treinador Zé Teodoro, o time inicia uma recuperação com o primeiro de uma sequência de três títulos estaduais que será defendida no ano do centenário, e começa a se recuperar também no nível nacional, subindo para a Série C e chegando no ano passado à conquista da vaga para a Série B, que proporcionou a oportunidade de tentar voltar ainda este ano para a elite.
 
Torcida apaixonada é eternamente o maior patrimônio do Santa Cruz Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
Torcida apaixonada é eternamente o maior patrimônio
 do Santa Cruz Foto: Eduardo Amorim / Brisa
Comunicação e Arte - Especial para o Terra
O apaixonado torcedor tricolor estaria comemorando o título mesmo em uma situação difícil como o clube atravessou recentemente, mas o time conseguiu os três títulos pernambucanos, e no ano passado conquistou pela primeira vez um título nacional. A comemoração pela conquista da taça da Série C diante do Sampaio Corrêa é mais uma demonstração da humildade e grandeza que marcam o Santa Cruz.


Nenhum comentário: