quinta-feira, 28 de abril de 2011

Vaga de parlamentar pertence a suplente da coligação, decide STF

Por 10 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (27) que a vaga decorrente do licenciamento de titulares de mandato parlamentar deve ser ocupada pelos suplentes das coligações, e não dos partidos. A partir de agora, o entendimento poderá ser aplicado pelos ministros individualmente, sem necessidade de os processos sobre a matéria serem levados ao Plenário.

Durante mais de cinco horas, os ministros analisaram Mandados de Segurança (MS 30260 e 30272) em que suplentes de deputados federais dos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais reivindicavam a precedência na ocupação de vagas deixadas por titulares de seus partidos, que assumiram cargos de secretarias de Estado.

A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, relatora dos processos, foi a primeira a afirmar que se o quociente eleitoral para o preenchimento de vagas é definido em função da coligação, a mesma regra deve ser seguida para a sucessão dos suplentes. “Isso porque estes formam a única lista de votação que em ordem decrescente representa a vontade do eleitorado”, disse.

Além da ministra Cármen Lúcia, votaram dessa forma os ministros Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Ayres Britto, Gilmar Mendes, Ellen Gracie, Celso de Mello e Cezar Peluso.

Somente o ministro Marco Aurélio manteve a posição externada em dezembro do ano passado, no julgamento de liminar no MS 29988, e reafirmou que eventuais vagas abertas pelo licenciamento de parlamentares titulares devem ser destinadas ao partido.

Mais votado

“Deverá ser empossado no cargo eletivo, como suplente, o candidato mais votado na lista da coligação e não do partido que pertence o parlamentar afastado”, afirmou o ministro Luiz Fux, que se pronunciou logo após a relatora dos processos.

Segundo ele, a coligação regularmente constituída substitui os partidos políticos e merece o mesmo tratamento jurídico para todos os efeitos relativos ao processo eleitoral. Para o ministro, decidir por uma aplicação descontextualizada da conclusão de que o mandato pertence aos partidos, no caso, “significaria fazer tábula rasa da decisão partidária que aprovou a formação da coligação”. Também seria negar aos partidos políticos autonomia para adotar os critérios de escolha e regime de coligações partidárias consagrados na Constituição Federal.

A ministra Ellen Gracie, por sua vez, afirmou que a Constituição Federal reconhece o caráter de indispensabilidade às agremiações partidárias, assegurando seus direitos, inclusive o de adotar regimes de coligações eleitorais. Ela frisou que o partido pode optar por concorrer sozinho ou reunir-se com outros para obter resultado mais positivo.

Os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Ayres Britto mantiveram entendimento externado em dezembro do ano passado, no sentido de que a vaga de suplência pertence à coligação.

“O presidente da Câmara dos Deputados assim como os presidentes de Assembleias Legislativas, de Câmara de Vereadores e da Câmara Legislativa do Distrito Federal recebem uma lista do Poder Judiciário Eleitoral e essa lista diz a ordem de sucessão (dos suplentes)”, afirmou o ministro Toffoli. “Essa lista é um ato jurídico perfeito”, disse.

Lewandowski ressaltou que as coligações têm previsão constitucional e que os partidos políticos têm absoluta autonomia para decidir sobre se coligar. “As coligações existem, há ampla liberdade de formação das coligações, as coligações se formam, por meio delas se estabelece o quociente eleitoral e também se estabelece quem é o suplente que assumirá o cargo na hipótese de vacância”, concluiu.

Ao expor seu posicionamento, o ministro Ayres Britto afirmou que a tese da preponderância da coligação sobre o partido, no caso, “homenageia o sumo princípio da soberania popular, manifestada na majoritariedade do voto, sabido que os suplentes por uma coligação têm mais votos do que os suplentes por um partido”.

O ministro Celso de Mello votou no mesmo sentido. Em decisão liminar tomada em março, ele já havia manifestado que o cômputo dos votos válidos para fins de definição dos candidatos deveria ter como parâmetro a própria coligação partidária, e não a votação dada a cada um dos partidos coligados.

Na noite desta quarta-feira, ele afirmou que, embora a coligação tenha caráter efêmero, as consequências dos resultados por ela obtidos têm eficácia permanente. Caso contrário, segundo o ministro, cria-se uma situação de vício em que parlamentares menos votados assumem vagas em lugar de outros que obtiveram votação bem mais expressiva.

Ele também afastou o argumento de que a hipótese se amolda à decisão do STF sobre infidelidade partidária, quando a Corte firmou entendimento que o mandato pertence ao partido, quando um parlamentar é infiel à agremiação.

Segundo Celso de Mello, a infidelidade representa uma deslealdade para com o partido e uma fraude para com o próprio eleitor, além de deformar a ética e os fins visados pelo sistema de eleições proporcionais.

Nos casos hoje analisados, concluiu ele, as coligações foram firmadas de livre e espontânea vontade pelos partidos dos suplentes, com objetivo de obter melhores resultados eleitorais.

Nova análise

Além da ministra Cármen Lúcia, os ministros Joaquim Barbosa, Gilmar Mendes e Cezar Peluso modificaram posição apresentada em dezembro do ano passado e aderiram ao entendimento de que as vagas de suplência devem ser definidas pelas coligações.

“Em caso de coligação não há mais que se falar em partido, porque o quociente eleitoral passa a se referir à coligação”, disse o ministro Joaquim Barbosa.

O ministro Gilmar Mendes fez severas críticas ao sistema de coligação partidária, mas, ao final, ressaltou que a prática “ainda é constitucional”. Para ele, as coligações são “arranjos momentâneos e circunstanciais” que, na prática, acabam por debilitar os partidos políticos e o sistema partidário, em prejuízo do próprio sistema democrático.

“Em verdade, as coligações proporcionais, ao invés de funcionarem como um genuíno mecanismo de estratégia racional dos partidos majoritários para alcançar o quociente eleitoral, acabam transformando os partidos de menor expressão em legendas de aluguel para os partidos politicamente dominantes. O resultado é a proliferação dos partidos criados, com um único objetivo eleitoreiro, de participar das coligações em apoio aos partidos majoritários, sem qualquer ideologia marcante ou conteúdo programático definido”, ressaltou.

Último a votar, o ministro Cezar Peluso também acompanhou o voto da relatora. No entanto, ele ressaltou que a coligação, “tal como estruturada hoje, é um corpo estranho no sistema eleitoral brasileiro”, concordando com as críticas apresentadas pelo ministro Gilmar Mendes.

“A coligação, para mim, teria sentido se ela fosse desenhada como instrumento de fixação e execução de programas de governo”, disse o ministro Peluso. Do ponto de vista prático, ele considerou que entre as incongruências geradas pela atual estrutura da coligação está a posse de suplentes que tiveram “votação absolutamente insignificante e incapaz de representar alguma coisa”. O ministro também demonstrou preocupação quanto à eventual necessidade de se realizar novas eleições, tendo em vista que há 29 deputados federais que têm suplentes de seus próprios partidos.

Divergência

O ministro Marco Aurélio abriu a divergência. Segundo ele, o eleitor não vota em coligação. A Constituição, disse, versa realmente sobre coligação, mas com gradação maior versa sobre a instituição que é o partido político. Segundo ele, a Constituição concede ao partido até a possibilidade de definir com quem pretende se coligar. O ministro também ressaltou a necessidade de preservar as bancadas e a composição dos blocos partidários, assim como a representatividade dos partidos nos cargos de direção da Câmara, que poderão ser alteradas com este novo critério de convocação de suplentes.

Redação/AD

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=178093

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Negras e com baixa escolaridade são maioria das trabalhadoras domésticas

Brasília - Mulheres negras e com baixa escolaridade formam a maioria das trabalhadoras domésticas brasileiras. Em entrevista por ocasião do Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas, a presidente da federação da categoria, Creuza Maria de Oliveira, disse que no Brasil a atividade deriva do trabalho escravo e por isso grande parte da categoria é negra. “O trabalho doméstico no Brasil é executado por mulheres negras, que não tiveram a oportunidade de ir para uma faculdade [por exemplo] e o trabalho que é valorizado é o acadêmico”, afirmou.

A assistente de programas da Organização das Nações Unidas para as mulheres, a ONU Mulheres, Danielle Valverde, afirmou que a maioria das trabalhadoras domésticas não chega a concluir o ensino básico.

“É um trabalho que tem grande componente de gênero, porque é exercido por mulheres, e também étnicorracial. No caso do Brasil, é feito por mulheres negras. Na América Latina, é um emprego exercido em grande parte por mulheres indígenas”, afirmou.

Ela disse ainda que grande parte das empregadas domésticas tem direitos legalmente reconhecidos, como a Carteira de Trabalho assinada e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas que na prática eles ainda não são considerados.

“Embora seja definido pela legislação que devem ter a carteira assinada, ainda estão na informalidade. Isso significa falta de acesso a uma série de direitos como o Instituto Nacional do Seguro Social [INSS], a licença-maternidade e o seguro-desemprego por falta da assinatura [da carteira]”.

Daniella afirmou também que o Artigo 7º da Constituição Federal garante esses direitos, mas não obriga os patrões a concedê-los. ”A Constituição Federal, no Artigo 7º, ainda não garante a igualdade de direitos em relação a outras categorias. Por exemplo, o FGTS ainda é facultativo para as empregadas domésticas. Os empregadores ainda não são obrigados a pagar o fundo de garantia.”

Creuza, por sua vez, disse que há 36 anos as trabalhadoras domésticas garantiram esses direitos, mas é necessário que os patrões mudem de mentalidade e os reconheçam. “Estamos na luta para que haja mudança de mentalidade dos empregadores, que é o reconhecimentos das leis. No Brasil há 8 milhões de trabalhadoras domésticas, mas 80% não têm carteira assinada nem contribuição para a Previdência”, informou.

Para a presidente da federação que representa a categoria, ainda falta às trabalhadoras domésticas garantir o direito à hora extra, ao salário família, seguro-desemprego e auxílio por acidente de trabalho. “Estamos lutando ainda por equiparação de direitos aos de outros trabalhadores”, acrescentou. (Grifo meu)

Edição: Graça Adjuto

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-04-27/negras-e-com-baixa-escolaridade-sao-maioria-das-trabalhadoras-domesticas

terça-feira, 26 de abril de 2011

Bandidos arrombam Fórum de Igarassu e levam armas apreendidas

Duas salas do arquivo da Vara Criminal do Fórum de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, foram arrombadas na madrugada de hoje. No local estavam armazenadas cerca de 10 armas apreendidas em operações realizadas na cidade ae que seriam encaminhadas para o Exército, além de processos de detentos que cumpriram pena.

De acordo com a polícia não há marcas do uso de explosivos. Acredita-se que os bandidos abriram um buraco na parede do fórum. O arrombamento só foi percebido por volta das 7h30, quando os funcionários chegaram para trabalhar e encontraram as salas reviradas, com móveis e pastas pelo chão.

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/vidaurbana/nota.asp?materia=20110426093356

Onde estão e como funcionam os locais de naturalismo no Brasil


Quer entrar? Tire a roupa. A frase pode até soar estranha, mas é a senha para ter acesso às praias de naturismo no Brasil. Tirar a roupa nessas praias não é algo celebrado apenas no verão, mas, sim, durante o ano inteiro. Quem decidir entrar precisa cumprir o código ético elaborado pela Federação Brasileira de Naturismo, sobretudo o respeito aos demais frequentadores.

No Brasil, a prática do naturismo é permitida nas praias de Tambaba, no município do Conde (PB); Massarandupió, em Entre Rios (BA); Barra Seca, em Linhares (ES); Abricó (RJ); Pinho, no Balneário Camboriú (SC, a primeira do Brasil); Galheta, em Florianópolis (SC); Pedras Altas, em Palhoça (SC); e Olho de Boi (RJ). Há 500 mil praticantes no país.

Os naturistas lutam agora para oficializar a praia de São Sebastião, em São Paulo, como mais uma praia naturista do país. “É preciso percorrer um longo caminho para oficializar uma praia como naturista, não é tão fácil como parece”, explicou o diretor de assuntos especiais da federação, José Antônio Tannus. É preciso autorização das prefeituras para a prática do naturismo, ou seja, todas são regidas por leis municipais.

“Não há como escolher uma praia qualquer e dizer: 'a partir de amanhã esse local será destinado aos naturistas'”, afirmou. Segundo ele, a regulamentação é solicitada quando as praias são utilizadas por adeptos do nudismo. “Quando o uso é frequente, surge o pedido para a regulamentação do local, como acontece com a praia de São Sebastião”, explicou.

“Há outras áreas em andamento, mas ainda não temos um projeto”, disse ele. De acordo com o diretor, a expansão do naturismo no Brasil se tornou mais evidente após a realização do Encontro Nacional de Naturistas, em Tambaba, há três anos, em 2008 .

Outra luta é pela aprovação de uma lei no Senado Federal para regulamentar espaços e descriminalizar o naturismo no Brasil. O projeto de lei 13/2000, de autoria do ex-deputado Fernando Gabeira, está paralisado no Senado. “Inclusive a presidência da federação está em Brasília tentando articular o desarquivamento do projeto, que seria de grande importância para os adeptos dessa filosofia de vida”, destacou.

O conceito de naturismo está relacionado diretamente à harmonia com o Meio Ambiente e ao respeito ao próximo. O naturismo no Brasil teve como precursora a atriz Dora Vivacqua, que fundou, em meados dos anos 50, a primeira área naturista do país, na Ilha do Sol, no Rio de Janeiro, visitada por famosos de todo o mundo. O dia do seu nascimento, 21 de fevereiro, é considerado o Dia do Naturismo no Brasil.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/03/23/onde-estao-e-copmo-funcionam-os-pontos-de-nudismo-no-brasil.jhtm

segunda-feira, 25 de abril de 2011

OBRAS NA ZONA SUL DO RECIFE SÃO VISTORIADAS PELO PREFEITO JOÃO DA COSTA

Junto do Prefeito, uma equipe de secretários e técnicos da PCR
Junto do Prefeito, uma equipe de secretários e técnicos da PCR
O gestor foi conferir de perto o andamento das intervenções realizadas em áreas de morro da Cidade

Na tarde desta segunda-feira (25), o prefeito João da Costa realizou uma vistoria em obras de contenção, pavimentação e manutenção de escadaria em quatro localidades da Zona Sul do Recife. Acompanhado por uma equipe de secretários municipais e técnicos da Prefeitura, o gestor esteve em Três Carneiros, Lagoa Encantada, UR-2, UR-5 (no Ibura de Cima) e Jordão, para conferir o andamento das intervenções que visam a garantir mais segurança e tranquilidade para quem vive nas áreas de morro da Cidade durante o período de chuvas.


Vistoria foi realizada em quatro localidades da Zona Sul do Recife
A vistoria teve início na Avenida Campo Verde, em Três Carneiros. No local, está sendo realizada uma importante obra de contenção de encostas, orçada em R$ 1,5 milhão. A barreira tem 380 metros de extensão. Desse total, já foram concluídos 300 metros. “Essas intervenções que estamos vistoriando são fundamentais para as pessoas quem moram nos morros. Por isso, é importante que eu, como prefeito, possa ver de perto como estamos tocando as obras, ver se elas estão dentro do prazo de execução, checar problemas que venham a existir e saná-los. Tudo isso requer a minha presença”, declarou João da Costa.


Em seguida, o prefeito acompanhou o trabalho de recuperação das escadarias na Rua Jaguariaiva, na UR-2, onde estão sendo investidos R$ 28 mil. Durante a visita às obras, o prefeito ouviu sugestões dos moradores e garantiu que cada uma delas será estudada pela Prefeitura. “É natural que as pessoas externem seus desejos pessoais. Por isso, nós também queremos ouvir as observações da população que mora nessas áreas. Muitas delas, inclusive, já previstas nos projetos das obras. Queremos fazer com que o povo se sinta contemplado dentro do que estamos fazendo”, disse o gestor.


Logo após, João da Costa seguiu para a Rua Vale do Itajaí, na UR-5. Estão sendo investidos no local cerca de R$ 1,4 milhão em contenção de encostas, beneficiando 100 famílias. A comitiva encerrou sua visita na Rua Carfanaum, no Bairro do Jordão. No local, estão sendo realizados serviços de pavimentação, contenção e escadaria. As obras foram escolhidas pela comunidade através do Orçamento Participativo (OP) e estão orçadas em R$ 862 mil, beneficiando 53 famílias na localidade.


Uma das moradoras do local, a manicure Luziana Soares, comemorou a presença de João da Costa e tem grandes expectativas com a conclusão das obras. “Temos problemas aqui na Cafarnaum há mais de 50 anos. E João da Costa é o primeiro prefeito que esteve em nossa comunidade pra ver o que precisamos e fazer algo por nós. Tenho certeza de que isso aqui vai ser muito bom pra todo mundo, e cada vez melhor”, falou. O prefeito, por sua vez, garantiu que irá intensificar as vistorias às obras de morro. “Estou muito feliz com essa visita hoje e nós iremos continuar a percorrer toda essa cidade e ver como andam essas coisas. Eu conheço bem o Recife, gosto de estar nas ruas e sei onde temos que avançar”, concluiu João da Costa.


Participaram da vistoria com o prefeito os secretários municipais de Controle, Desenvolvimento Urbano e Obras, Amir Schvartz; e de Serviços Públicos, Eduardo Vital; a diretora da Empresa de Urbanização do Recife (URB), Débora Mendes; e os coordenadores de Orçamento Partipativo (OP), Augusto Miranda; e da Defesa Civil do Recife (Codecir), Keila Ferreira.


Balanço – Entre as obras em andamento, executadas e em licitação, nos últimos dois anos, a Prefeitura do Recife contabiliza um investimento de R$ 14 milhões no Ibura de Cima. Além das intervenções vistoriadas, a Prefeitura realiza serviços de contenção nas ruas Flor de Maria, dos Milagres, Guilherme de Almeida, Professora Maria Lúcia Sales Neves, Avenida Presidente Médici e Estevão de Araújo. Parte das vias já citadas também é beneficiada com obras de pavimentação e drenagem, além da Rua Eunice Dumont. Todas estão localizadas no Ibura de Cima.


O serviço de contenção também foi executado nas ruas do Sossego, Pedro Malazarte, Moacir Sales, João Rio Branco de Lima. Já o gel impermeabilizante foi aplicado em encostas das ruas Moacir Sales, Brechimi, Tanape, Itabera, Guairaça e trechos das 1ª e 2ª Travessa Santa Fé.


A localidade ainda foi beneficiada com a construção de 32 unidades habitacionais, duas academias da cidade, reformas das escolas Jardim Monte Verde, Três Carneiros e Professor Manoel Torres. Afora isso, foram construídas quadras esportivas nas escolas municipais de Lagoa Encantada e Maria Sampaio de Lucena.


Investimentos - Para tornar mais segura a vida de quem mora nos morros, a Prefeitura do Recife está investindo R$ 53 milhões na Operação Inverno 2011. Nos últimos dois anos, foram aplicados mais de R$ 85 milhões em ações de defesa civil permanente; urbanização, controle e fiscalização de áreas de risco; manutenção de escadarias e muros de arrimo; manutenção e retificação dos sistemas de micro e macrodrenagem. Cem obras foram concluídas e outras 111 estão em andamento.

Fonte:http://www.recife.pe.gov.br/2011/04/25/obras_na_zona_sul_do_recife_sao_vistoriadas_pelo_prefeito_joao_da_costa_176280.php

Praia de nudismo pode virar resort e cria polêmica entre naturistas e prefeitura

A praia de Tambaba, localizada no litoral sul da Paraíba, vive mais uma entre as tantas polêmicas que já viveu nos últimos 20 anos, desde que foi criada, em 1991. A Sociedade Naturista Amigos de Tambaba (Sonata) está denunciando a pretensão da prefeitura do Conde de querer ceder parte da área naturista a empresários estrangeiros que, segundo a Sonata, ergueriam ali um resort de padrão internacional.

O temor de ameaça à prática naturista levou os adeptos a rapidamente se mobilizarem para elaborar um abaixo-assinado pedindo à prefeitura a criação de uma Área Especial de Interesse Turístico (AEIT).

O objetivo do pedido é um só: garantir que, mesmo que o resort seja construído no local, a prática do naturismo não sofra nenhuma forma de intervenção e que seus adeptos possam continuar a frequentando "numa boa".

O presidente da Sonata, Daniel Santos, disse ao UOL Notícias que mais de 3.000 pessoas já assinaram o documento, a ser entregue até o final de março à Secretaria de Turismo do Conde, município onde está localizada a praia.

“Nossa intenção é preservar a filosofia naturista e os hábitos de quem é adepto da sua prática", disse Santos. "Essa não é a primeira vez que nós, naturistas de Tambaba, nos sentimos ameaçados, não podemos ser prejudicados por interesses particulares."
A atividade turística em Tambaba é forte. Nos fins de semana cerca de 3.000 visitantes tiram as roupas e circulam pela faixa de areia reservada aos nudistas. Nos feriados, o número dobra. Em cada grupo de dez visitantes, nove chegam de outros Estados e países.

A praia é dividida em duas partes: uma aberta ao público em geral e outra aberta somente a naturistas. As duas são divididas por uma escada de acesso. Os governos do município do Conde e do Estado da Paraíba garantem a segurança dos turistas.

Outro lado

O secretário de Turismo do Conde, Saulo Barreto, admitiu à reportagem do UOL Notícias a possibilidade de construção de resorts em Tambaba, mas garantiu que a prática do naturismo não será prejudicada.

“A área é intocável, trata-se de um importante destino turístico no Estado”, afirmou Barreto. Segundo ele, a construção do resort se daria em cima da falésia e em nada afetaria a 'liberdade' dos adeptos do naturismo. “Há muitos grupos estrangeiros interessados em construir resorts na área, mas ainda estamos na fase apenas de planejamento.”

Onde fica

Tambaba está localizada no município do Conde, 40 quilômetros ao sul de João Pessoa (PB). Para chegar à praia de Tambaba de carro é preciso fazer o acesso pela BR-101 ou pela PB-008, em direção ao município do Conde. Ambos os caminhos são bem sinalizados com placas indicativas. Após passar em Jacumã, outro destino turístico da Paraíba, chega-se ao Conde.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/03/23/praia-de-nudismo-pode-virar-resort-e-cria-polemica-entre-naturistas-e-prefeitura.jhtm

Santa Cruz x Porto é transferido para a tarde do sábado




 x









Bastou uma simples conversa entre o presidente do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto, e o presidente da FPF, Carlos Alberto de Oliveira, para o bom senso falar mais alto. Nesta tarde, foi confirmada a mudança da data e do horário da partida de volta entre Santa Cruz e Porto, pelas semifinais do Pernambucano Coca-Cola. O presidente tricolor fez o anúncio no site oficial do clube, o Coralnet. A bola vai rolar no sábado, às 16h, no Arruda.

O encontro aconteceu no velório do ex-presidente do clube, José Mendonça. Antônio Luiz Neto falou a Carlos Alberto sobre a insatisfação de muitos torcedores corais quanto ao horário da partida, que está marcada para a segunda-feira, à noite.

Assim, Carlos Alberto de Oliveira solicitou ao presidente do clube coral a elaboração de um ofício, solicitando a mudança da data da partida, da segunda-feira à noite para a tarde do sábado.

Simples, simples.

Em todo caso, ainda não entendi porque essa partida foi marcada para a noite da segunda-feira. Mas, deixemos para lá. Afinal, é apenas questão de tempo para o duelo Santa Cruz x Porto seja oficializado para o sábado. Algo bem sensato.

Vale lembrar que, inicialmente, a partida seria no domingo (01), e havia sido transferida para a segunda-feira para evitar qualquer conflito com as torcidas do Náutico e do Sport.

Fonte: http://jc3.uol.com.br/blogs/blogdotorcedor/canais/noticias/2011/04/25/santa_cruz_x_porto_e_transferido_para_a_tarde_do_sabado_98822.php

OAB-PE atua com urgência para resolver problema do estacionamento no Fórum do Recife

O presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, acompanhado do presidente da Promotoria de Assistência, Defesa e Prerrogativas dos Advogados (PDPA) da entidade, Maurício Bezerra, esteve reunido, nesta quarta-feira (20), no Fórum Rodolfo Aureliano, com o Juiz-Diretor do Fórum, Humberto Vasconcelos. O objetivo do encontro foi debater com o magistrado possíveis soluções para o problema do estacionamento do Fórum do Recife – que foi desativado por determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no início desta semana, o que deixou advogados e jurisdicionados sem local para estacionarem seus veículos.

Na ocasião, o presidente da OAB-PE relatou que a medida administrativa adotada prejudicou gravemente os advogados que circulam diariamente no Fórum do Recife. “É preciso encontrarmos uma solução urgente para a situação. Se foi uma determinação do CNJ, então temos que atuar conjuntamente, OAB-PE e Tribunal de Justiça, para encontrar um novo caminho. Ainda na próxima segunda-feira (25), deveremos analisar as possibilidades que forem levantadas durante o feriado prolongado”, argumenta Henrique Mariano.

O presidente da OAB-PE requereu ainda que a solução a ser encontrada tenha como princípio a observância e cumprimento do Estatuto da Advocacia e da OAB que garante a isonomia entre advogados, magistrado e serventuários de Justiça, nos termos do art. 6º da Lei Federal nº 8.906/94. Em resposta, o diretor Humberto Vasconcelos, informou que se reunirá com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, José Fernandes de Lemos, para tomar as providências emergências em relação à ativação das vagas destinadas aos advogados. “Esse problema será resolvido urgentemente”, revelou Vasconcelos.

Fonte: http://www.oabpe.org.br/component/content/article/12-outdoor/8690-oab-pe-atua-com-urgencia-para-resolver-problema-do-estacionamento-no-forum-do-recife.html

domingo, 24 de abril de 2011

Santa Cruz Time de Geurreiros

Santa Cruz e Sport vencem na semifinal do Campeonato Pernambucano





                X     










    x  







O Santa Cruz venceu o Porto na tarde deste domingo por 2 x 1, em Caruaru, na primeira partida pela semifinal do Campeonato Pernambucano 2011. Os gols tricolores foram marcados pelo zagueiro Thiago Matias e pelo meia Renatinho.

Com o resultado o Mais Querido só precisa de um empate no jogo da volta, que está marcado para a segunda-feira (02/05), no Mundão do Arruda.

Já o Sport vence o Náutico por 3x1, na Ilha do Retiro, esta partida é também da semifinal. Os gols leoninos foram marcados por Bruno Mineiro, Marcelinho Paraíba e Ciro.

Com o resultado o Náutico precisa de vencer com uma diferença de gols, para continuar no Campeonato.

Feliz Páscoa!

[link=http://www.recado-especial.com] [/link]

[b]Mais recados? http://www.recado-especial.com[/b]

Porto e Santa Cruz lutam na Capital do Agreste - semifinais do Pernambucano

Porto e Santa começam briga por vaga na final no Luiz Lacerda, em Caruaru*
Duas equipes que começaram a temporada sem tantas badalações. No entanto, tanto o Porto quanto o Santa Cruz descreveram uma campanha bastante regular e mereceram ficar no G4 do Pernambucano Coca-Cola. Agora, o Gavião e a Cobra coral estarão frente a frente, neste domingo, às 16h, no estádio Lacerdão, para o primeiro duelo da semifinal do campeonato. O duelo é menos badalado do que o Clássico dos Clássicos, no entanto, as duas equipes prometem um jogo duríssimo e bem disputado. Basta lembrar os confrontos da primeira fase. O Porto venceu por 3x1 o jogo que aconteceu em Caruaru, palco da partida deste domingo, e o Santa deu o troco, batendo o rival, por 2x0. E ainda há o duelo particular dos artilheiros deste Estadual. Paulista, do Gavião, com 13 gols, e Gilberto, do Santa, que tem 11.

O Santa Cruz entrará em campo com um desfalque. O meia Natan sentinua uma contratura na coxa direita e foi poupado. Mário Lúcio deve ser o escolhido para substituí-lo. No entanto, nas entrevistas que concedeu à imprensa durante a semana, o técnico Zé Teodoro não descartou a hipótese de fazer uma marcação especial nos destaques do Porto, o já citado Paulista, e o meia Thiago Laranjeira. Nesse caso, aumenta a possibilidade de Everton Sena ser escalado.

Leia também:

“A ideia é dar sequência (nos titulares). Lógico que, dentro do que estamos observando o Porto, e por ser fora de casa, podemos usar uma estratégia de anular alguns pontos fortes. Eles têm um time jovem e rápido, que atua bem em conjunto”, disse Teodoro. O treinador quer um time com pegada forte, mostrando atitude. Vamos tentar surpreender, como conseguimos durante toda a competição. Um time como o Santa Cruz precisa se impor. "Temos de ir lá para fazer gols", completou.

O Porto, por sua vez, luta pelo seu primeiro título de real expressão – tem no currículo apenas as conquistas da Copa Pernambuco de 1999 e da Segundona do Pernambucano de 2003. Por duas vezes, em 1997 e em 1998, o Gavião foi vice-campeão estadual, mas sem ganhar fase ou turno para ir à final. O técnico Laélson Lima aposta em um esquema ofensivo, com dois meias de articulação rápidos e habilidosos, Thiago Laranjeira e Douglas. O ataque terá Paulista e Kiros. Os atletas do Gavião têm consciência que podem vencer, mas, para isso, terão que correr muito para conseguir o objetivo. “Em uma partida decisiva, contra um adversário forte, não podemos errar. O time não pode se mandar para o ataque e deixar a defesa no mano a mano, ainda mais porque o sistema ofensivo do Santa Cruz é muito veloz”, disse o zagueiro Marivaldo, de 35 anos, um dos atletas mais experientes do Porto. Ele atuará no miolo de zaga ao lado de Sandro Miguel, de 31.

Ficha do jogo
PortoMondragon; Baiano, Marivaldo, Sandro Miguel e Altemar; Vágner Rosa, Naldinho, Douglas (Hélder) e Thiago Laranjeira; Kiros e Paulista. Técnico: Laélson Lima.

Santa CruzTiago Cardoso; Goiano, L. Souza, Thiago Matias e Renatinho; Jeovânio, Memo, Weslley e Mário Lúcio (E. Sena); Landu e Gilberto. Técnico: Zé Teodoro.

Local: Luiz Lacerda, em Caruaru.
Árbitro: Émerson Sobral.
Assistentes: Elan Vieira e Albert Júnior.
Ingressos: R$ 30 (arq.) e R$ 15 (estudante).
*Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

Fonte: http://jc3.uol.com.br/blogs/blogdotorcedor/canais/noticias/2011/04/23/porto_e_santa_cruz_lutam_na_capital_do_agreste_98699.php

Confira o raio-x dos três grandes times da capital pernambucana

Enquanto o Sport manteve o esqueleto quase completo da última Série B - a única exceção é Marcelinho Paraíba - o Santa Cruz trocou todos os titulares em relação a 2010. Entre os dois extremos, aparece o Náutico. O Timbu segurou a base ao manter seis jogadores do ano passado na equipe titular. Na véspera das reapresentações oficiais de Náutico, Sport e Santa Cruz, agendadas para esta segunda-feira, de fato, o primeiro dia de branco do novo ano, o Superesportes traz um raio X completo sobre os prováveis times do trio-de-ferro que devem ser escalados na estreia do Campeonato Pernambucano, marcada para o próximo dia 13. Logicamente, alguns ajustes poderão ser feitos. A intenção foi apenas se antecipar e nortear o torcedor a dez dias do pontapé inicial. São números que despertam curiosidade, mas também exigem reflexão.

Senão, vejamos. Apontado como principal favorito a conquistar o sonhado hexa, maior orgulho do Náutico, o Sport tem no entrosamento seu principal trunfo. Ao mesmo tempo, é o time mais velho e baixo em relação aos rivais. Costuma-se dizer, porém, que o entrosamento é o maior reforço de qualquer equipe, exatamente porque não está à venda. De quebra, o Rubro-negro tem no papel o grupo de maior qualidade. Não por acaso, o mais caro.

Mas o Náutico não quer abrir mão da exclusividade do hexa. A contratação do meia Eduardo Ramos, eleito o craque do último Pernambucano com a camisa do Sport, foi a primeira sacudida no ânimo dos alvirrubros. A renovação de Bruno Meneghel e os novos reforços também animaram. Na teoria, o time de 2011 já é melhor que o de 2010. Inicialmente coadjuvante dos rivais, o Santa Cruz montou uma equipe de acordo com o seu atual poderio financeiro. Teoricamente modesta.

Prováveis times:

Sport

Magrão; Renato, André Leoni, Tobi e Dutra; Daniel Paulista, Germano, Fabrício e Romerito; Carlinhos Bala e Ciro. Técnico: Geninho

Náutico

Glédson; Peter, Walter, Eventon Luiz e Jeff Silva; Élton, Everton, Eduardo Ramos e Dinda; Bruno Meneghel e Geílson. Técnico: Roberto Fernandes

Santa Cruz

Tiago Cardoso; Bruno Leite, Thiago Matias, Thiago Pereira e Alexandre Silva; Jeovânio, Hélton, Diego Biro e Thiago Henrique; Thiago Cunha e Landu. Técnico: Zé Teodoro.

Sem muitas novidades

Ao renovar o seu contrato para a disputa do Estadual de 2011, o técnico Geninho afirmou que gostaria de ´baixar` a média de idade do Sport, que teve um grupo bastante experiente na última Série B. Mas não será possível, pelo menos não no time-base do Leão para o Pernambucano. A média de idade da equipe deve ser de aproximadamente 29,7 anos - considerada alta pelos departamentos de fisiologia. Nada menos que sete atletas têm mais de 30 anos, com destaque para o ´menino Dutra`, agora aos 37. Apesar da contratação de Wellington Saci, de 25 anos, o veterano ala deve começar como titular no lado esquerdo. Em relação à Segundona, o Rubro-negro só tem uma novidade até o momento, visando a estreia contra o América, dia 13.

Trata-se apenas de Carlinhos Bala, o único, também, entre os prováveis titulares que disputou a elite nacional no ano passado. Na questão física, o Sport será o mais baixinho entre os grandes do Recife, sendo o único com média abaixo de 1,80m. Colaborou bastante para isso a entrada do próprio Bala, de 1,62m. A expectativa é que o presidente Gustavo Dubeux anuncie novos reforços até amanhã, data da reapresentação do elenco, na Ilha do Retiro.

Em relação à origem da equipe, os únicos pernambucanos presentes no primeiro desenho tático do Sport estão no ataque. Apenas a região Norte não foi ´contemplada`.

Outra vez, um novo time

O Santa Cruz versão 2011 é realmente novo. Não há nenhum remanescente de 2010 entre os titulares. No máximo, alguns conhecidos da torcida, como o goleiro André Zuba e o zagueiro Thiago Matias, ambos titulares da equipe de 2009 montada por Márcio Bittencourt, e o atacante Thiago Cunha, o velho Capixaba que agora só quer ser chamado de Cunha.

Em 2011, pela quarta vez consecutiva, o Santa Cruz vai tentar sair do buraco. Rebaixado para a Série C em 2007, os insucessos acumulados no último triênio transformaram o período no mais decadente da história do clube. Ainda sem divisão, novamente o Santa terá que buscar uma vaga na Série D através do Pernambucano. Este será o primeiro passo em busca do objetivo entregue nas mãos do técnico Zé Teodoro pelo novo presidente do clube, Antônio Luiz Neto: colocar o Santa na Série C.

Contratado para fazer o que os seus antecessores não conseguiram, Teodoro desembarcou no Arruda com o respaldo do título pernambucano de 2004, conquistado na época em que dirigiu o Náutico. No atual momento, porém, falar em título estadual é complicado, principalmente num ano em que as atenções estão voltadas para os rivais Náutico e Sport. O desafio imediato é formar um time em meio ao caminhão de jogadores contratados, 16 no total. No papel, o primeiro esboço mostra uma equipe na flor da idade, alta e recheada de atletas desconhecidos. No fim das contas, mais uma aposta.

A juventude como arma

Duas negociações foram muito arrastadas em Rosa e Silva no fim de ano, com inúmeros capítulos. Em ambos os casos, porém, um final feliz, com o reforço do meia Eduardo Ramos, eleito o craque do último Estadual - defendendo o Sport -, e a renovação do atacante Bruno Meneghel, destaque da equipe na Série B. Os jogadores estavam no topo da lista de nomes para 2011 elaborada pelo técnico Roberto Fernandes, que topou a missão de defender o hexa alvirrubro, pela terceira vez ameaçado - as anteriores foram em 1974 e 2001. O treinador timbu deverá manter a equipe com a formação 4-4-2, podendo variar o desenho tático no decorrer da partida. Com isso, mais pressão nos dois volantes, dando mais liberdade ao setor de criação, à frente. Assim, Eduardo Ramos, menos sobrecarregado, poderá municiar o ataque.

Com a base titular do último Brasileiro, Roberto Fernandes acabou rejuvenecendo o time, o mais jovem da capital, com uma média de 25 anos. Nenhum atleta, no levantamento do Superesportes, tem mais de 30 anos. Sobra juventude, mas falta um pouco mais de experiência, uma carência que a diretoria do Náutico quer suprir até a estreia no Pernambucano. O meia Luciano Henrique, de 32 anos (outro ex-Sport), seria o nome mais cotado para esta lacuna. Em relação ao porte do time, trata-se de um grupo alto, principalmente na zaga, com dois defensores de 1,90m: Walter e Everton Luiz.

Fonte: http://www.pe.superesportes.com.br/app/18,108/2011/01/02/noticia_sport,5928/confira-o-raio-x-dos-tres-grandes-times-da-capital-pernambucana.shtml

sexta-feira, 22 de abril de 2011

João da Costa decreta estado de alerta no Recife


Fotos: Ricardo Labastier/JC Imagem
Por Daniel Guedes



De volta à cidade, o prefeito João da Costa (PT) decretou, a partir desta sexta-feira (22), estado de alerta no Recife. Com isso, toda a estrutura da Prefeitura fica voltada para a prevenção de tragédias e transtornos provocados pelas chuvas. Estão suspensas as férias dos servidores diretamente envolvidos com as ações preventivas.

O decreto foi feito porque somente no mês de abril já choveu cerca de 600 milímetros, o dobro do recorde de um mês de abril. "Como a gente já ultrapassou os limites de tolerência de, por exemplo, drenagem dos morros, eu estou decretando estado de alerta a partir de hoje na cidade do Recife para que toda a estrutura da Prefeitura fique à disposição do Programa Guarda-Chuva e da Codecir para que a gente possa aumentar as ações preventivas", disse o prefeito.

João da Costa anunciou também obras de drenagem em três outros pontos da cidade, que ele visita na manhã deste sábado (23): Avenida Agamenon Magalhães (em frente ao Bompreço), Avenida Mascarenhas de Morais (no cruzamento com a Rua Olívia Menelau e em frente à Netuno) e na comunidade do Bode, no Pina. No trecho da Agamenon Magalhães o prefeito autorizou a construção de uma estação de bombeamento para evitar alagamentos.

"A gente tem que criar condições para que, quando essa situação aconteça, a gente possa ter respostas a ser dadas a elas. A construção de uma estação de bombeamento na Agamenon Magalhães não necessariamente vai ser usada cotidianamente, mas numa situação de anormalidade, de chuva intensa".

Todos os serviços estão orçados em R$ 1 milhão, dinheiro que será remanejado na própria PCR. O departamento jurídico verá se é possível fazer dispensa de licitação para dar celeridade às obras.
Na semana passada foram anunciados serviços nos seguintes pontos: cruzamentos da Avenida Caxangá com a BR-101 e da Avenida Norte com a Rua 48, além do trecho da Avenida João de Barros que fica em frente à Celpe, na Boa Vista. Na próxima semana será a vez dos pontos de alagamento da Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, na Zona Sul.

João da Costa anunciou também que irá procurar o governador Eduardo Campos (PSB) para solicitar recursos junto ao governo federal. A verba, segundo ele, é para limpar os rios Tejipió e Beberibe.

O prefeito comandou na sede da Prefeitura uma reunião da qual participaram o secretário de Serviços Públicos, Eduardo Vital, o chefe de gabinete, Félix Valente, o coordenador do Orçamento Participativo, Augusto Miranda, o secretário de Comunicação Erick Carrazzoni, a secretária especial de Relacionamento com a Imprensa, Ceça Brito, o secretário de Controle, Desenvolvimento Urbano e Obras, Amir Shvartz, o secretário de Assuntos Jurídicos, Cláudio Ferreira, o secretário de Articulação Política, Sérgio Leite, e a coordenadora da Codecir, Keila Ferreira.

O prefeito aproveitou a entrevista coletiva de meia hora que concedeu após a reunião para censurar a oposição. Para João da Costa, ela faz críticas sem olhar para o que fez no passado.

Veja os locais onde a Prefeitura promete fazer obras de drenagem (clique no mapa):
Fonte: http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2011/04/22/joao_da_costa_decreta_estado_de_alerta_no_recife_98651.php

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Sexo virtual faz bem e colabora para o autoconhecimento

Transar virtualmente tem seus benefícios, até para aperfeiçoar o sexo real
Se cada um soubesse o que cada um faz dentro de quatro paredes, ninguém se cumprimentava. O que diria o dramaturgo Nelson Rodrigues (1912-1980), autor da célebre frase, sobre tudo aquilo que homens e mulheres têm feito diante do computador? De conversinhas cheias de malícia entre amigos no MSN a sessões de masturbação via câmera, a tecnologia se transformou em uma ferramenta e tanto para ter, dar e receber prazer.

O sexo virtual dispensa apresentações, literalmente. “As pessoas podem se manter no anonimato e inventar o que quiserem para tentar impressionar o outro. Esse lado é muito excitante e interessante”, comenta a sexóloga Carla Cecarello, de São Paulo, que também vê como vantagem da prática o fato de a imaginação ficar mais solta. “Não mostrar a cara significa maior liberdade. Mesmo através da webcam, o fato de não estar ao vivo e em cores já favorece o desprendimento", diz ela. "As palavras podem fluir sem nenhuma censura, inclusive palavrões. Elas excitam bastante, pois remetem a situações de libertinagem”, completa.

Para Daniela Mantegari, co-autora do livro “Amar.com” (Ed. Gente), por trás das palavras as pessoas constroem castelos imaginários e se soltam mais. “A conversa convencional pode passar para um nível erótico, o que é bastante excitante. Isso não acontece geralmente quando se está cara a cara com alguém”, afirma. E isso pode ocorrer até entre casais juntos há muito tempo!

Já o jornalista Fabiano Rampazzo, que dá dicas para o público masculino transformar a paquera virtual em real em “Xaveco Pontocom” (Matrix Editora), acredita que outro fator positivo é o fato de o computador servir de estímulo para a confissão (e até a concretização, dependendo do caso) de determinados fetiches.


Sexo virtual é saudavel, mais cuidado para
não trocar a vida real por uma fantasia
 “Existem fantasias que determinadas pessoas não têm coragem de colocar em prática ou sequer revelar para o namorado ou namorada. A web traz alguns fetiches à tona e permite realizá-los com um certo prazer, de algum modo”, pontua. Fabiano diz ainda que a internet dispensa algumas exigências, como estar “arrumadinho, bonito e cheiroso” –características essenciais para um encontro real ou à caça de parceiros na balada. O que vale, na web, é a imaginação.

“Se a pessoa tem baixa autoestima, o sexo virtual vai ajudar nesse momento. Como não existe a presença física do parceiro, isso faz que seus pontos fracos não apareçam. A pessoa, então, se sente mais desejada”, comenta Daniela Mantegari. Já a administradora de empresas e publicitária Erica Queiroz, autora de “O Amor Está na Rede” (M. Books), acredita que o sexo virtual tem um grande número de adeptos porque "funciona como uma espécie de esquenta”.

“É um aperitivo para o que vai rolar concretamente”, afirma. Ela avisa que é importante que as pessoas saibam, de fato, o que querem e o que buscam antes de partir para essas experiências. “Se uma garota quer arrumar um namoro sério, não pode criar expectativas em relação a alguém que conhece em um chat com conteúdo sexual. Se a história começa com sexo, dificilmente vai sair disso”, ressalta.

A troca de mensagens ou imagens libidinosas também serve para apimentar o relacionamento de casais estáveis, segundo os especialistas, e para preparar a imaginação para o que pode vir a acontecer no plano real. Para a psicóloga Andrea Jotta, do Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (NPPI/PUC-SP), o maior benefício que o sexo virtual pode proporcionar é o autoconhecimento. E ela tem uma teoria interessante...

“Costumo dizer que esse tipo de sexo, na verdade, é uma masturbação animada. Trata-se de fazer sexo consigo mesmo. Porque tudo depende da sua fantasia e do jogo de sedução que você pode criar. É uma espécie de treino, em que as pessoas vão testando seus limites e depois os transpassam para a vida real”, argumenta.

Real e virtual

Segundo Andrea, entretanto, para desfrutar plenamente do erotismo proporcionado pela internet é preciso ter um grau de maturidade avançado o suficiente para distinguir o que é virtual é o que é real. “Nem sempre a realidade vai ser tão boa quanto a fantasia criada no MSN, por exemplo”, salienta a psicóloga. “Isso porque, como expliquei, no sexo virtual você faz sexo com você mesmo. Na vida, é melhor ter consciência de que não vai ser igual. Afinal, o outro não estará dentro da sua mente.”
A prática do sexo virtual pode, sim, ser deliciosa, mas é preciso tomar alguns cuidados. “Vários estudos já mostraram que pessoas que fazem sexo virtual acabam por se isolar, ficam viciadas na masturbação e passam a não interagir com o outro, dificultando a abordagem ao vivo. Brincar de vez em quando é bem diferente de fazer sexo virtual”, adverte a sexóloga Carla Cecarello.

Segundo ela, é preciso ficar atento quando o comportamento passa a ser exacerbado. "Qualquer atividade diante do computador que comece a se tornar viciante ou mais importante do que as atividades da vida presencial denota um uso nocivo e, em muitos casos, exige tratamento psicológico”. Não custa lembrar um problema sério: o envolvimento de menores em práticas sexuais é crime. Caso suspeite de algo, denuncie.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Muçulmana Sila Sahin posa para Playboy alemã, diz: "Queria me sentir livre"

Modelo muçulmana de origem turca, Sila Sahin acaba de quebrar um tabu que as mulheres desta religião enfrentam contra o patriarcalismo ao estampar a capa de abril da revista Playboy da Alemanha. Com poses sensuais e corpo à mostra, ela revelou que ao fazer o editorial de 12 páginas para a revista, ela se sentiu como Che Guevara, explicando que o ensaio foi como uma prova de expressão de liberdade. “Essas fotos são uma resposta à repressão que sofri durante a infância. Eu queria me sentir livre”.

Sila, que já é conhecida na Alemanha por estrelar uma novela na televisão local, impressionou seus fãs e amigos ao topar posar nua para a publicação. A família dela, porém, desaprovou sua atitude e se mostrou decepcionada com a escolha da modelo.

“Minha mãe ainda está brava comigo. Tem sido difícil lidar também com meus avós e com meus tios”, contou.

As informações são do jornal Daily Mail.

PREFEITURA DO RECIFE ADOTA NOVAS AÇÕES CONTRA CHUVAS

O prefeito do Recife em exercício, Milton Coelho, em contato por telefone com o prefeito João da Costa, que está em viagem, definiu novas ações de combate aos efeitos das chuvas na capital pernambucana. As medidas foram discutidas com os secretários e assessores envolvidos na Operação Inverno, durante uma reunião na manhã desta terça-feira (19).

Foram adotadas medidas para garantir a fluidez do trânsito e a tranquilidade do cidadão em todo o município. Entre elas está o deslocamento de mais 100 guardas patrimoniais para o monitoramento do tráfego, elevando o efetivo de agentes de trânsito para 450 guardas. A Prefeitura também garantiu junto ao Governo do Estado, o reforço do policiamento do Batalhão de Trânsito (BPTran) nas principais vias.

Para minimizar os problemas gerados pela falta de energia na rede de semáforos, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) começou a implantar baterias portáteis (no breaks) que estavam em fase de teste. A proposta é a colocação de 40 equipamentos.

Emergencialmente, a CTTU também ampliará o número de equipes de manutenção semafórica de seis para 14. Já as baterias dos veículos usados pelos técnicos auxiliarão no caso da falta de energia, até o restabelecimento do fornecimento pela rede da Celpe.

Também houve o reforço das ações de combates a alagamentos. A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) teve a equipe ampliada de 150 para 200 homens. Todos envolvidos em atividades de limpeza de galerias, operação Tapa-buraco, iluminação pública e poda de árvores.

Codecir - As chuvas do mês de abril no Recife ultrapassaram a média histórica para o período (325,7mm). Até a última segunda-feira (18), já foram registrados 347,7 milímetros. Na tarde desta terça (19), a Prefeitura, junto com o Corpo de Bombeiros, realiza um sobrevôo nas áreas de morros e alagados da cidade.

Além disso, as seis regionais da Codecir estão com equipes em campo. Com o apoio do Exército, 75 homens realizam a colocação de lonas nos pontos críticos. Qualquer emergência, a população pode acionar o 08000813400, a ligação é gratuita e funciona durante 24 horas.

Fonte: http://www.recife.pe.gov.br/2011/04/19/prefeitura_do_recife_adota_novas_acoes_contra_chuvas_176235.php

terça-feira, 19 de abril de 2011

AÇÕES PREVENTIVAS DÃO MAIS TRANQUILIDADE PARA QUEM MORA NOS MORROS DO RECIFE


Morros: Ações preventivas dão mais tranquilidade

Com a proximidade do período de chuvas, o trabalho de prevenção de riscos nas áreas de morro e alagados que é desenvolvido pela Prefeitura do Recife está sendo intensificado. Desde o lançamento da Operação Inverno 2011, pelo prefeito João da Costa, diversas secretarias e órgãos municipais estão juntos numa parceria que visa a realizar ações efetivas no combate e na minimização dos riscos provocados pelas chuvas. Com isso, foi garantida mais tranquilidade para quem mora nas áreas de risco que existem na Cidade.

Seguindo esse objetivo, a Coordenadoria de Defesa Civil do Recife (Codecir) reforçou a colocação de lonas plásticas nas áreas de morro da Cidade durante a semana passada. Da segunda (11) até a última sexta-feira (15), 214 pontos do Recife foram cobertos com um total de 57.120 m² de lona. O resultado disso foi um fim de semana mais tranquilo para quem mora em áreas consideradas frágeis.

Durante todo o sábado (16) e domingo (17), a Codecir registrou apenas 16 ocorrências, diferente do fim de semana anterior, com 142. Foram seis solicitações de vistorias, oito solicitações de lonas e dois deslizamentos de pequeno porte. Neste mesmo período, as equipes da Codecir realizaram 10 vistorias e colocaram 1.720 m² de lonas em nove pontos do Município.

Enquanto durar a Operação Inverno 2011, as equipes da Codecir estarão em alerta para receber os chamados da população. Quem necessitar pode solicitar atendimento pelo telefone 0800.081.3400, que é gratuito e funciona 24 horas por dia.
 Fonte:http://www.recife.pe.gov.br/2011/04/18/acoes_preventivas_dao_mais_tranquilidade_para_quem_mora_nos_morros_do_recife_176220.php